REVISTA GIRLFRIEND: DEMI LOVATO FALA SOBRE NOVO ÁLBUM, MÚSICAS FAVORITAS E PARCERIAS

Durante sua recente passagem pela Austrália, onde se apresentou em dois programas e concedeu algumas entrevistas, Demi Lovato também conversou com a revista australiana Girlfriend, onde falou sobre suas músicas próprias favoritas, novo álbum, colaborações dos sonhos e mais.

Confira a entrevista traduzida abaixo:

Demi está de volta! Nós conversamos sobre pool parties, colaborações, e o novo álbum da estrela do pop.

Você está prestes a lançar seu quinto álbum e você tem apenas 22 anos! Isso é algo grandioso! Quais são algumas das suas músicas favoritas que estiveram presente em todos os seus álbuns?

Há uma canção que está presente no meu segundo álbum e se chama “Stop The World” e ela é uma das minhas favoritas em todas as músicas que já fiz. “Skyscraper” é outra que eu também sou orgulhosa de ter feito. “Nightingale” e “Warrior” que estão no meu último álbum, também me orgulham muito. “Catch Me” é outra, eu a compus em meu quarto, sem estar no estúdio acompanhada de qualquer outro compositor, e estava ali, eu e meu violão, e depois acabou se tornando uma das canções favoritas dos meus fãs. E tem outra também, que se chama “Trainwreck”. Eu a escrevi em um piano no Texas, e posteriormente entrei em estúdio para gravá-la.

Você tem alguma canção que seja sua favorita para cantar ao vivo?

“My Love Is Like a Star”, que é outra que você pode incluir na minha lista de músicas favoritas! Eu realmente gosto de cantá-la ao vivo, porque ela é muito emotiva. Quando eu a canto eu me sinto como um dos integrantes da Motown, e tento me sintonizar para voltar para aquela época.

“Cool For The Summer” é totalmente um hino! Nós adoramos o videoclipe oficial, mas também há o lyric video que foi gravando em pool parties e você estava arrasando em todas elas. Eram pool parties legítimas? E quem eram as pessoas que estavam presentes?

Elas eram de verdade e as pessoas presentes venceram concursos de rádios que as deram convites para as pool parties privadas. Houveram umas quatro ou cinco pool parties que foram feitas em cidades diferentes, e eu fui em cada uma delas e cantei a música, e logo em seguida pulava na piscina (risos). Foi muito legal!

E você andou de jet ski?

Sim, e isso foi muito divertido também! Eu amo jet skis!

Houveram muitas especulações do que significava a letra de “Cool For The Summer”. Pra você o que significa?

Pra mim é um hino de festas! A coisa engraçada sobre essa música, é que ela é como uma arte, que pode ser interpretada de variadas formas. Então as pessoas podem pensar que é sobre algo e pode se tornar o que elas pensaram. Eu acho que nunca vou sair por aí dizendo sobre o que se trata ou quem a inspirou, porque, por exemplo, é como quando o seu escritor fala algo sobre o seu livro favorito, e que você sequer tinha imaginado, e isso estraga o sentido do livro pra você. Então esse é um dos casos que deixamos para a interpretação do ouvinte.

Você fez participação especial em alguns programas nos últimos anos. Você pode me dizer o que foi mais divertido: ser jurada do Rupaul’s Drag Race, participação em Glee ou no The View?

Ai meu Deus, eu havia me esquecido do The View! Todos eles foram realmente legais, mas acho que engraçado mesmo foi uma participação recente que fiz no James Corden’s Show, e que, provavelmente tenha sido a coisa mais engraçada mas ao mesmo tempo a mais ridícula que eu tive que fazer.

Se você pudesse fazer uma parceria com algum artista, vivo ou morto, quais seriam e por quê?

Eu acho que não poderia ficar mais emocionada se fizesse uma com Aretha Franklin. Mas então, eu ficaria tão assustada se pudesse cantar uma música com ela! Eu também sempre quis fazer uma parceria com o Eminem, é tipo um sonho, então eu espero que um dia isso possa se realizar.

E nos fale um pouco sobre seu novo álbum. O que nós podemos esperar?

Há, definitivamente, muitas influências sonoras quando se trata das melodias. Há algumas canções que são emocionantes, há algumas que são mais rock, mas também há algumas músicas que são muito dançantes. O que eu queria era deixar a criatividade fluir no estúdio, e tudo que saísse desse movimento eu queria colocar no álbum. Eu não queria defini-lo ou limitá-lo há somente um gênero. Eu sou uma artista pop, então naturalmente ele será um álbum pop, mas há um monte de influências diversificadas. Você terá que ouvi-lo para tirar suas próprias conclusões!

Comente

Portal Lovato Brasil | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Douglas Mothé